Análise competitiva da força mercadológica da empresa no aftermarket = aumento nas vendas

Nosso cliente, tradicional empresa do setor de autopeças, com forte atuação no mercado de montadoras, porém com vendas no aftermarket aquém de seu potencial, queria corrigir essa situação com um plano de investimentos e de negócios, mas não sabia quanto investir em qual aspecto do negócio (4 P’s), onde dar maior atenção, qual o seu real poder mercadológico e qual a força dos seus concorrentes.

SOLUÇÃO

A Florenzano Marketing definiu uma amostra de cerca de 600 entrevistas cobrindo todos os canais de distribuição da área de aftermarket desde distribuidores, varejo de autopeças, serviços autorizados, autocenters, frotistas, oficinas mecânicas de automóveis e diesel além de postos de combustíveis. Nessa amostra foram aplicadas entrevistas em profundidade e semi profundidade junto aos gerente e proprietários dos pontos de venda. Para complementar esse levantamento de dados foram entrevistados especialistas no mercado e outras fontes secundárias.

Foram descobertos uma série de aspectos negativos que poderiam ser melhorados na área de atendimento e política comercial e outros aspectos positivos que poderiam ser reforçados com uma comunicação mais eficiente na área de confiabilidade e qualidade do produto.
Esse estudo de mercado abrangia duas linhas de autopeças que por sua vez atendiam os segmentos leve e pesado.

RESULTADO

Nosso cliente, por conta da análise competitiva da sua força mercadológica e dos concorrentes por canal de distribuição, regiões e total Brasil pode avaliar os pontos fortes e fracos mais relevantes de cada concorrente, com a identificação das causas e razões que justificavam cada um dos principais fatores de decisão de compra. Outro aspecto importante foi saber o tamanho desses mercados.

Com a visão total do ambiente mercadológico do aftermarket de autopeças a empresa pôde desenvolver um plano de negócios e de investimentos que resultou num aumento de sua participação nesses dois mercados.